.Página Principal

Um tempo para tratar o pulmão da Terra

O isolamento obrigatório das pessoas devido à  pandemia do COVID-19 teve pelo menos um efeito positivo: diminuiu a poluição do ar. A  paralisação de atividades industriais, comerciais e menor tráfego de veículos nas rodovias e estradas reduz os índices de dióxido de carbono lançados na atmosfera. Pode-se dizer que o vírus afetou os pulmões dos homens para que a natureza pudesse tratar o pulmão do Planeta.

Na China, houve queda de pelo menos 25% na emissões de dióxido de carbono (CO₂), segundo cálculos de Lauri Myllyvirta, do Centro de Pesquisa em Energia e Ar Limpo (Crea), com sede nos Estados Unidos. Redução de 25% nas emissões de gás carbônico na China equivale à redução global de 6%.

Nos Estados Unidos, o tráfego nas estradas e rodovias diminuiu drasticamente no início da segunda quinzena de março. Um satélite que detecta emissões na atmosfera ligadas a carros e caminhões mostra enormes quedas de poluição nas principais áreas metropolitanas, incluindo Los Angeles, Seattle, Nova York, Chicago e Atlanta.

O portal especializado Carbon Brief estima que se a redução do consumo de carvão se somar à queda de utilização do petróleo, as emissões mundiais de CO2 podem baixar este ano em cerca de 7%. Esse percentual é quase os 7,6% de redução firmados no Acordo de Paris como meta para 2020. 

Na Europa, imagens do satélite Sentinel 5,  feitas no período entre 05 e 25 de março, mostram redução nos níveis médios de dióxido de nitrogênio, na comparação com o mesmo período do ano passado, em cidades como Bruxelas, Paris, Milão e Frankfurt. Em Madri, os níveis médios de dióxido de nitrogênio recuaram 56% na comparação semanal depois que o governo espanhol proibiu viagens não essenciais a partir de 14 de março.

No Brasil a situação é parecida: A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) registrou boa qualidade do ar para os poluentes primários, são emitidos diretamente pelas fontes poluidoras, em todas as 29 estações de monitoramento da região.

A má notícia é: se não houver mudança de paradigmas e condutas, quando o isolamento acabar, governos vão incentivar a retomada das indústrias e de outros processos produtivos e em pouco tempo a emissão de gases poluentes voltará aos índices de antes ou estarão maiores, nos esforços de compensação de perdas financeiras.

Fontes:

BBC – https://www.bbc.com/portuguese/internacional-51682790

The New York Times: https://www.nytimes.com/interactive/2020/03/22/climate/coronavirus-usa-traffic.html

Notícias UOL:

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/agencia-brasil/2020/03/30/com-isolamento-cai-a-poluicao-do-ar-em-sao-paulo.htm

Portal Extra Classe: https://www.extraclasse.org.br/ambiente/2020/03/pandemia-reduz-poluicao-na-atmosfera/


2 comentários em “Um tempo para tratar o pulmão da Terra”

  1. excelentíssima Rainha linda Bom dia , é o que eu vi também e ate um motor novo fiz no meu carro, nem cheiro mais de óleo sinto como santes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s