Diferença entre Psicologia e Psicanálise

É bem frequente a confusão entre Psicologia e Psicanálise ou entre psicoterapeuta e psicanalista. Assim, considero útil esclarecer sobre a diferença existente. A Psicanálise é um método de Psicologia Clínica desenvolvido  por Sigmund Freud. A formação em Psicanálise é feita não por faculdades ou universidades, mas por associações e sociedades de Psicanálise.   Mas um psicanalista não necessariamente será um psicólogo; na verdade, raramente o é. O registro profissional dos psicanalistas não é feito junto ao Conselho Federal de Psicologia nem pelos conselhos regionais de Psicologia. Por outro lado, para ser psicanalista o indivíduo precisa ter nível superior em qualquer área e fazer formação específica em Psicanálise (além da graduação em Psicologia, no caso dos psicólogos). Neste caso, além da graduação em Psicologia, esses profissionais precisam se especializar em Psicanálise, se quiserem ser também psicanalistas. Estes, se quiserem registro no Conselho Federal de Psicologia (CFP) ou em um Conselhos Regional de Psicologia(CRP) terão que cursar Psicologia em uma insitutição de ensino superior. Exemplo concreto: eu, Carmelita Rodrigues, sou psicoterapeuta, analista junguiana, graduada em Psicologia, com pós-graduação em Psicologia Profunda. Na minha prática clínica utilizo conceitos e técnicas da Psicanálise porque essa minha epecialização inclui um ano de introdução à Psicanálise (e outros três anos de Psicologia Analítica). Apesar disso, eu não posso me intitular psicanalista, pois não o sou. A formação completa em Psicanálise é de quatro anos. A  Psicologia Analítica, por sua vez, é também chamada de Junguiana porque foi desenvolvida pelo suíço Carl Gustav Jung. Tanto a Psicanálise quanto a Psicologia Junguiana são abordagens usadas em psicoterapia (Psicologia Clínica), que inclui ainda outras abordagens, como a Gestalt-terapia, desenvolvida pelo alemão Fritz Pearls, o Psicodrama, do romeno Levy Moreno, e a Hipnoterapia, do psiquiatra alemão Erik Erikson, entre outras abordagens e técnicas psicoterápicas.

Anúncios

5 comentários sobre “Diferença entre Psicologia e Psicanálise

  1. Gostaria de saber qual é o grau de responsabilidade do terapeuta em guardar sigilo nas terapias.Se ele tem de fato isso como uma função da terapia ou se ele pode optar por não guardar sigilo, mesmo que não sejam coisas comprometedoras. até onde pode-se confiar?

    • O terapeuta SEMPRE deve guardar sigilo; tanto quanto um padere confessor. Mesmo na frente de um juz, quando convocado e a lei o impor a depor, dever relatar apenas o superficial; jamais entrar em detalhes, alegando compromisso de guardar segredo e recorrendo a esse direito previsto no Cdigo de tica dos Psiclogos. Disso, da confiana em que o segredo ser resguardado, depende a qualidade do vnculo terapeutico e a eficincia da terapia. O cdigo de tica dos psiclogos tem mais orientaes sobre isso. Particularmente, quando se trata de depresso profunda com risco de suicdio, converso com meu paciente e peo a ele permisso para falar com familiares dele sobre minhas preocupaes. Se ele permitir, ligo para algum da famlia e peo que fiquem atentos e vigiem. Se ele no permitir, respeito a deciso, mas tento convencl- de quee ele no deve recorrer a nenhuma medida drstica (sem mencionar suicdo para no “dar a aideia”) sem conversar comigo. Outra situao atpica: Se o paciente contar que vai matar algum (algo que fere a tica fundamental, coisa grave, o terapeuta pode dizer que *no* aceita ser cmplice e que vai encerrar a terapia. E manter sigilo sobre a inteno dele, claro. Mas, nesse caso, o melhor ter calma, tranqilidade e eliminar a pulso dele (sombra constelada de crime) e resolver. Quando se trata de abuso sexual ou violncia fsica cometida contra menor de idade, o terapeuta deve conversar com a me e contar do abuso cometido por outro familiar. Se abusadora for a me, deve-se conversar com o pai da criana. Se ambos forem abusadores e/ou cmplices deve-se buscar ajuda junto ao conselho tutelar ou Vara da Infncia. Isso porque, no processo teraputico, o dever do sigilo para com o paciente, no para proteger abusadores. Criana abusada deve ser protegida do abusador, mesmo que esses sejam os pais. Em se tratando de um adulto, TERAPEUTA SEMPRE GUARDA SEGREDO. Respondi sua pergunta?

  2. Um texto muito mal escrito e com muitas controvérsias.

    Acho um absurdo essa separação entre psicólogo e psicanalista, e espero que os clientes sejam informados, no caso de um psicanalista que não seja um psicoterapeuta, e sim um oceanógrafo ou um engenheiro químico, tendo apenas um tecnólogo sobre psicanálise. Contrário a um Psicólogo, que tem uma faculdade de 5 anos, dos quais alguns longos anos são dedicatos à psicanálise, além da abrangência de outras terapias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s