Meia Maratona do Rio e uma cobertura deficiente

Quem venceu a meia maratona do Rio na categoria “cadeirante”, neste domingo (dia 06 de setembro de 2009)? Ninguém sabe. Nenhum jornalista na emissora que cobria o evento[bb] se interessou por essa inforrmação.  Quando ele cruzou a Chegada, nenhuma empolgação dos comentarista, nenhum registro do esforço sobre-humano, nenhuma palavra sobre a grandiosidade daquela disposição em vencer obstáculos. Nada, nenhuma inflexão de voz nem ligeiramente alterada. Bem diferente de quando o queniano venceu a prova correndo com pernas. Deviam então ter destacado que se tratava da cobertura de uma maratona de pernas. E não de uma corrida que incluía atletas cadeirantes.  A Globo[bb] insiste em desprestigiar esses atletas. Outros veículos de comunicação[bb] também. Por que? Porque eles não correram com as pernas?  Ora,  desde que a prova passou a incluir cadeirantes,  a competição[bb] passou a ser corrida de pernas mas também corrida de braços impulsinonando rodas.  Coisa muito difícil. Vá tentar  fazer isso pra ver o nível de dificuldade! Mais ainda: imagine-se uma pessoa sem os movimentos nas pernas tentando ser atleta?. Todo bom atleta[bb] é exemplo de superação[bb]. Um atleta cadeirante  ou com qualquer outra limitação física tem muito mais  coisas a superar  do que os competidores de corpo normal. A maior delas é o preconceito social, claramente reforçado pela mídias, até mesmo por veículos com suposta intenção de fazer jornalismo sério. Ainda me choca a mesmice do jornalismo brasileiro, a valorização do que é padrão e uma incapacidade cronificada de fazer “leituras” mais profundas dos fatos. Líbelulas são aqueles  insetos[bb]graciosos que se parecem com pequeninos aviões. Eles sobrevoam um rio e tocam superficialmente nas águas[bb], como se estivessem fazendo vôos razantes. A nossa mídia, de modo particular a imprensa  televisiva, embora não unicamente esta, faz isso o tempo inteiro. Apenas roça os fatos. Quem não sabe ler combinação de letras é chamado de analfabeto. E quem não sabe ler os fatos? Analfabeto social? Cego moral? Deficiente perceptual? Que nome se pode dar esse tipo de deficiência?  Pra saber quem eram os vencedores da prova na categoria cadeirante  acessei o portal da Globo, mas vejam as manchetes que ocupavam o espaço de notícias[bb] reais:

. Juliana Alves (quem é?) arrasa na pista e recebe coroa

. Juliana Trevisol é novo affair de Pedro Neschling

. Cassino de Las Vegasd vence leilão por luva de Jackson

. Miss Orkut fica com o RN e gaúcha é 2 lugar

Nem clicando na página Esportes eu consegui o nome do atleta cadeirante vencedor da Meia-maratona do Rio.

Na verdade, deficiente foi a cobertura do evento e não o atleta cadeirante vencerdor da difícil prova!

O preconceito é mesmo a maior chaga  da humanidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s