Deus existe e não deseja a miséria entre os homens

Se o filme Ilha das Flores, de Jorge Furtado, causou em você sentimentos como amor, ódio, indignação, perplexidade, desejo de renovação da humanidade, raiva de Deus ou descrença da Graça Divina, você pode sentir as mesmas coisas assistindo à Chicken a la Carte.

Ao final desses dois curta-metragens ficamos com uma certeza: a miséria provocada e alimentada pela “sombra coletiva” da humanidade é a mesma em qualquer parte do mundo.

E grande parte dessa miséria decorre de falsos profetas, falsos pastores, falsos cristãos, equivocados pregadores das Verdades Divinas. “Em nome do pai, do filho e do espírito santo, meu filho, aceite a pobreza porque bem-aventurados são os pobres e humildes de coração”.   Duvidarei até a morte que isso seja ensinamento de Cristo.  A quem interessa que um número grande de pessoas acredite nisso? Certamente a quem está em situação priviligiada, tão-somente. “Apartai-vos de mim, malditos, porque não pregam em meu nome”. Dessa parte do Evangelho esses pregadores nunca se lembram. Arre! Como me irrita todo subterfúgio para injustiça! Por onde anda Leonardo Boff? O homem deve ser ensinado a ser como uma águia, que voa alto; e não como uma galinha, que cisca em baixo, dando voltas sem sair do lugar.  Para entender melhor essa visão libertadora e redentora do homem, dois livros do Boff:  “A Águia e a Galinha” e “O Despertar da Águia”, da Editora Vozes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s