Psicólogos brasileiros proibidos de ajudar Igreja Católica a discriminar homossexuais

No Brasil, os psicólogos  estão proibidos de ajudar a Igreja Católica a impedir o ingresso de  candidatos homossexuais ao sacerdócio. O Conselho Federal de Psicologia (CFP) publicou nota repudiando a decisão do Vaticano de recorrer aos profissionais de Psicologia para esse propósito. O CRP, expressando com fidelidade o sentimento dos psicólogos conscientes dos seus reais propósitos, entende que a homossexualidade não é doença nem distúrbio e nem perversão. A Resolução 001/99 do CFP prevê que os psicólogos “não colaborarão com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades”.  Por meio de um anúncio do site Psicologia Online, o CFP informou que “os psicólogos não poderão avaliar pessoas para essa finalidade, sob pena de infringirem o Código de Ética da categoria e a Resolução 001/99 do CFP, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual”. A resolução citada declara que os psicólogos “não farão qualquer ação que favoreça a patologização de comportamentos ou práticas homoeróticas”. A mesma resolução declara que  “os psicólogos não se pronunciarão, nem participarão de pronunciamentos públicos, nos meios de comunicação de massa, de modo a reforçar os preconceitos sociais existentes em relação aos homossexuais como portadores de qualquer desordem psíquica”.

O Vaticano anunciou as normas para os exames psicológicos no mês passado, numa tentativa de reforçar uma política que vem sendo adotada a séculos, reafirmada em 2005, de excluir aqueles que tenham tendências homossexuais. A decisão de 2005 ocorreu logo depois das constantes denúncias de abuso sexual cometidos por padres, principalmente contra meninos.

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Psicólogos brasileiros proibidos de ajudar Igreja Católica a discriminar homossexuais

  1. em pleno seculo 21, onde o tecido cultural e social sustenta um paradigma capaz de absorver toda mudança, idiossincrasias, potencialidades, onde o mundo cresce numa proporção gigantesca e quase atemporal, existem questões como estas…
    porque a classe dos psicologos foi solicitada? será que a mentalidade paleozóica ainda preve um teste de normalidade para a homosexualidade?
    Num texto recente, li que a característica homosexual gera naturalmente, uma qualidade religiosa e espiritual acima do score dos heterosexuais.
    Vamos pesquisar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s