USP desenvolve software para auxiliar no tratamento contra Aids

Tecnologia a serviço da saúde: o Grupo de Pesquisas em Bancos de Dados do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP, juntamente com o Programa Nacional de DST e Aids do Ministério da Saúde (PNDS/AIDS), desenvolveu um software que ajuda os médicos de todo o Brasil a saber quais drogas devem ser ministradas na formulação de coquetéis anti-HIV. O programa localiza as mutações genéticas do vírus e indica a quais medicamentos o vírus está resistente. Essas regras são conhecidas como o “algoritmo brasileiro”. O HIV é um vírus com alta taxa de mutação, o que facilita o surgimento de resistência ao coquetel de drogas ministrado aos portadores da doença. O teste e complexo e precisa ser feito de forma individualizada, a partir do seqüenciamento de dois genes do vírus. Cerca de 500 médicos foram capacitados para a análise dos resultados do teste e o PNDS/AIDS desenvolveu uma rede com 14 laboratórios em todo o País. Leia mais informaçõees sobre esse software na Agência USP de Notícias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s