Aniversário do blog e minha gratidão

 

Este blog completa hoje seis meses de existência. É, pois, aniversário de meio ano! Agradeço aos mais de 23 mil internautas que o acessaram nesse período, de modo especial aqueles que me ajudaram a formatá-lo, opinando, enviando comentários, apresentando necessidades a serem atendidas. Dos meus visitantes, há um grupo especial que chegou até ele meio que por acaso: os adolescentes. Vieram buscando informações sobre o programa Adolescente Aprendiz, dos Correios. Eu acolhi a demanda deles e continuarei a atendê-los. Eles são bem-vindos. São os mais participativos e, porque ainda têm algo da espontaneidade infantil, me ajudam sem se dar conta disso e, certamente, sem ter a intenção de fazê-lo. Vou contar como eles chegaram até aqui: certo dia, postei uma nota sobre uma seleção para psicólogos dos Correios. Então, muitos escreveram, alguns meio desesperados, querendo saber onde seria uma tal prova do dia 13. Nenhum deles explicava de que prova estavam falando. Precisei descobrir sozinha e isso levou tempo. Soube tratar-se da prova para esse programa e descobri que a aplicação estava suspensa! Apesar disso, nenhum outro site – contaram-me depois, informava sobre a suspensão, exceto a página oficial da ECT, desconhecida dos adolescentes (parece-me que eles preferem os blogs aos sisudos sites oficiais). Percebi que havia esta demanda e resolvi ajudar meus amiguinhos teens. Afinal, o propósito deste blog é propagar idéias e conhecimento científico, mas também prestar serviço. Passei a postar informações sobre o programa Adolescente Aprendiz e continuarei a fazê-lo. E sempre que possível, informarei também sobre outras ações relacionadas aos adolescentes. Mas há também adultos que contribuem com esse esforço meio quixotesco, o de gastar horas escrevendo sobre psicologia, sem compensação financeira. Há, no entanto, compensação subjetiva. Agradeço a esses adultos, amigos ainda desconhecidos, mas amigos, que me apóiam e motivam.Li em algum lugar uma entrevista que fazia referência a um dos conselhos de dona Canô, mãe de Caetano Veloso e Maria Bethania. Ela teria ensinado que toda pessoa precisa ter a sua “quitanda”. “Quitanda pra ela tem o sentido de “espaço” onde se pode ser autêntico, expressar com liberdade anseios, idéias e pensamentos; onde se pode fazer o que “der na telha”. Este blog é minha quitanda. Mas o sentido dele aumenta quando há a participação e a acolhida de outras pessoas. E todos são bem-vindos, adolescentes, adultos, psicólogos, não psicólogos, sábios, nem-tão-sábios. Todos estarão, de alguma forma, me auxiliando na caminhada pessoal. Obrigada, então, a todos vocês!
Postado por Carmelita Rodrigues, em 15.01.08

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s