Paternidade na adolescência

Instituto PAPAI, uma ONG de Recife (PE), desenvolve ações destinadas a orientar jovens e adultos quanto a dificuldades relacionadas à sexualidade e vida reprodutiva. Tudo começou com pesquisas para uma dissertação de mestrado em Psicologia Social, na PUC de São Paulo, pelo psicólogo Jorge Lyra. Das pesquisas e ações iniciais surgiram parcerias e o projeto originalmente destinado a defender o espaço social dos pais adolescentes se transformou num programa de grande abrangência, não só em Recife, mas também em outras cidades brasileiras e até fora do País. Lidando o tema “gravidez na adolescência” há mais de uma década, Jorge Lyra defende que a situação tem aspectos que não são levados em conta quando se faz leitura generalizada ou preconceituosa. Jorge Lyra fundou o Instituto Papai e atualmente é um dos coordenadores da ONG e integrante da Equipe Pedagógica da entidade, que trabalha atualmente com dois outros temas, além da paternidade na adolescência: a prevenção de DST e AIDS e a violência de gênero. Em entrevista para este blog, o psicólogo detalha o trabalho que tem sido feito com os jovens pais e as jovens mães. Leia AQUI.

Postado por Carmelita Rodrigues em 05.09.07

Anúncios

Um comentário sobre “Paternidade na adolescência

  1. Gostaria de material a respito para apresentar um trabalho sobre esse tema. Podes me indicar algo para isso?
    Grato.
    Jânio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s